Linkin Park

sexta-feira, 1 de julho de 2011

With TemplationWithin TemptationOrigem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa Within Temptation van Veen, van Haestregt, Jolie, Spierenburg, den Adel, Westerholt. Informação geral País Países Baixos Gêneros Metal sinfônico Rock sinfônico Metal gótico Período em atividade 1996 - atualmente Gravadora(s) DSFA Records GUN Records RoadRunner Records Página oficial www.Within-Temptation.com Integrantes Sharon den Adel Robert Westerholt Ruud Adrianus Jolie Jeroen van Veen Martijn Spierenburg Stephen van Haestregt Ex-integrantes Ivar de Graaf, Martijn Westerholt, Michiel Papenhoeve, van Haestregt Within Temptation é uma banda de metal sinfônico dos Países Baixos, formada em 1996 pelo guitarrista Robert Westerholt e pela vocalista Sharon den Adel. A partir do álbum The Silent Force começaram a ganhar maior notoriedade na mídia internacional. Índice [esconder] 1 Biografia 1.1 Formação 1.2 Enter demo tape (1996) 1.3 Enter (1997) 1.4 The Dance (EP) (1998-1999) 1.5 Mother Earth (2000-2003) 1.6 The Silent Force (2004) 1.7 The Heart of Everything (2007) 1.8 An Acoustic Night at the Theatre (2009) 1.9 The Unforgiving (2011) 2 Membros 2.1 Formação atual 2.2 Membros antigos 3 Discografia 4 Referências 5 Ligações externas [editar] Biografia[editar] FormaçãoNo começo de 1996 começa a banda com Robert Westerholt (na guitarra) e Sharon den Adel (nos vocais) depois adicionado Jeroen van Veen (no baixo), Martijn Westerholt no teclado, o segundo guitarrista Michiel Papenhoeve e Ivar de Graaf na bateria. Eles assinaram um contrato de gravação com a DSFA Records no ano seguinte, e começaram o trabalho para seu primeiro lançamento. [editar] Enter demo tape (1996)A demo tape Enter torna-se um sucesso e a demo do mês na revista de hard rock Aardshock. A banda assina contrato com a DSFA em Abril e Dennis deixa a banda sendo substituído por Ivar de Graaf. A banda grava seu primeiro álbum "Enter", toca no Dynamo Open Air Festival. Já em Novembro a banda junto com Orphanage começa uma turnê européia. [editar] Enter (1997)O álbum de estréia Enter foi lançado em 1997, sendo bem aceito. Posteriormente ao lançamento, a banda fez uma grande turnê atravessando os Países Baixos, além de uma apresentação no festival Dynamo Open Air, em Eindhoven, um dos maiores festivais neerlandeses de heavy metal. No mesmo ano, fizeram também uma turnê internacional na Alemanha e Áustria. O gênero musical é diferente dos álbuns posteriores. Em Enter a sonoridade é pesada e sinfonica e eles misturam um pouco do estilo próprio dos Within Temptation com doom metal. [editar] The Dance (EP) (1998-1999)Em 1998 a banda continuou em turnê, alcançando o palco principal do festival Dynamo. Apesar disso, a banda não lançou material novo, apenas o EP The Dance. O ano seguinte foi de descanso para a banda, quando puderam construir seu próprio estúdio e resolver assuntos pessoais. Em The Dance o som de Within Temptation ficou mais limpo e adentrou-se no estilo que sucederia o resto da carreira. [editar] Mother Earth (2000-2003)O ano de 2000 trouxe novamente as turnês, tendo a banda tocado em três festivais neerlandeses: Waterpop, Bospop e Lowlands. Posteriormente, trabalharam no segundo álbum de estúdio, Mother Earth, que recebeu várias críticas positivas da mídia e nas paradas musicais neerlandesas. A banda lançou o compacto "Our Farewell", que não entrou nas paradas. Em contrapartida, o segundo compacto "Ice Queen" é considerado o estouro da banda. Em 2001 ele se tornou a quarta posição nos Países Baixos e primeira posição na Bélgica, e suas vendas promoveram bastante o álbum. No mesmo ano Michiel Papenhoeve sai da banda e Ruud Adrianus Jolie foi adicionado como segundo guitarrista, o baterista de Graaf foi substituído por Stephen van Haestregt, e Martijn Westerholt foi substituído por Martijn Spierenburg, pois estava sofrendo de mononucleose infecciosa. Westerholt posteriormente formou a banda Delain. A banda atingiu aparições maiores na mídia em 2002 com seu primeiro concerto na França, e um evento na Cidade do México. Obtiveram então seu primeiro prêmio de relevante, o Dutch Silver Harp. A banda embarcou em turnê internacional em suporte ao Paradise Lost em 2003, e relançaram Mother Earth pela GUN Records em mais países europeus. A banda foi particularmente bem aceita na Alemanha, onde recebeu disco de platina e a sétima posição nas paradas nacionais. Regiões do Benelux receberam o lançamento do compacto "Running Up That Hill", um cover da cantora Kate Bush. Nesse álbum, os Within Temptation, ficaram conhecidos como uma banda de metal melódico e até mesmo o power metal. Mas músicas como The Promise e World of Make Believe, sendo a ultima um B-Side, mostram um lado tanto obscuro da banda. [editar] The Silent Force (2004)Planos para o terceiro álbum se tornaram realidade em 2004, com o lançamento de The Silent Force em 15 de novembro. A produção de Daniel Gibson se tornou topo das paradas em vários países europeus. Para promoção do álbum, a banda entrou em turnê internacional em 2005. "Stand My Ground" e "Memories", os primeiros compactos do álbum, ajudaram a promover o lançamento. "Stand My Ground" também foi promovido no trailer do filme Blood and Chocolate. Nesse álbum a banda começou a ser conhecida como Rock Atmosférico. [editar] The Heart of Everything (2007)O álbum The Heart of Everything foi lançado em 9 de Março de 2007 no território europeu e em 24 de Julho de 2007 nos Estados Unidos, marcando o novo contrato da banda com a gravadora estado-unidense Roadrunner Records assinado no final de 2006. No final de fevereiro foi lançado o primeiro compacto, "What Have You Done". O vídeo musical foi gravado em 12, 13 e 14 de dezembro de 2006 no Koko club em Londres, e num estúdio de computação gráfica em Windsor, com a participação de Keith Caputo (da banda Life of Agony) nos vocais. Em maio, a banda realizou sua primeira turnê pela América do Norte junto com Lacuna Coil, contando também com as bandas In This Moment, Stolen Babies, The Gathering e Kylesa numa turnê apelidada "The Hottest Chicks in Metal Tour 2007". A nova gravadora também lançou um EP de versão limitada intitulado The Howling. O álbum estreou na primeira posição da parada musical neerlandesa, tornando-se o segundo álbum de estúdio da banda a atingir tal marca. O segundo compacto foi "Frozen", lançado em junho na Europa. O vídeo musical lida com a questão de abuso infantil e foi filmado na Romênia. Os fundos angariados foram destinados à caridade, através da organização Child Helpline International. A faixa "The Howling" foi escolhida como um compacto digital lançado no Reino Unido, tendo sido gravado outro vídeo musical. A versão estendida do compacto conta com um lado B inédito, a canção "Sounds of Freedom". Ambas as faixas foram incluídas no material para promoção do jogo de computador The Chronicles of Spellborn. Nesse álbum a banda começou a ser rotulada por um estilo novo, o Symphonic Metal, que logo após ser efetuado, encarou novamente o fato do grande leque de estilos que a banda pode oferecer. Os Within Temptation são muitos conhecidos no mundo todo como Hybrid Metal e Metal alternativo, também sendo uma vertente do Rock Atmosférico. [editar] An Acoustic Night at the Theatre (2009)O lançamento do álbum ao vivo aconteceu em Outubro de 2009 "An Acoustic Night at the Theatre". Esse mesmo álbum contém músicas acústicas ao vivo que foram gravadas durante a turnê "sold-out" Theatre Tour em Novembro de 2008. Esses foram shows muito especiais. A banda adicionou um set acústico ao seu show, fazendo com que fosse mais íntimo e especial. Além disso, foram usadas projecções do tela o que enfatizou o ambiente teatral. Como a respostas às faixas acústicas foram positivas, a banda decidiu lançar num CD, junto com o single da música bónus "Utopia", tocada em conjunto com Chris Jones. A data exacta do lançamento foi em 30 de Outubro, na Alemanha, Áustria e Suíça. O resto do mundo teve que esperar até 2 de Novembro. Apesar de este álbum ter sido referido como uma experiência positiva, a banda assegura que o seu rumo no próximo álbum será totalmente diferente. [editar] The Unforgiving (2011)The Unforgiving, é o título do novo álbum da banda, cujo lançamento previsto para março de 2011. O conceito do álbum é baseado na série em quadrinhos escrita por Steven O'Connell (BloodRayne, Dark 48) e trará personagens e cenários desenhados Romano Molenaar (Witchblade, Darkness, X-Men). Comentário da banda: “Neste álbum, nós tomamos uma abordagem totalmente diferente. Cada canção no 'The Unforgiving' foi escrita ao longo da narrativa de Steven. Os personagens principais do quadrinho estão refletindo os personagens em nossas canções. O conceito nos empurrou e deu inspiração para vir pra cima com uma nova abordagem em nosso som. Isto resultou em nossas melhores canções escritas até agora." Além da série em quadrinhos a inspiração do álbum contou também com a influência do metal, rock e até pop hit's do final dos anos 80 e início do anos 90. [editar] Membros[editar] Formação atual Sharon den Adel no Mera Luna Festival, 2004Sharon den Adel - vocal (desde 1996) Robert Westerholt - guitarra (desde 1996) Ruud Adrianus Jolie - guitarra (desde 2001) Jeroen van Veen - baixo (desde 1996) Martijn Spierenburg - teclado (desde 2001) Mike Coolen - bateria (desde 2011) [editar] Membros antigosIvar de Graaf - bateria (1996-1998, 1999-2001) Martijn Westerholt - teclado (1996-2001) Michiel Papenhoeve - guitarra (1996-2001) Jelle Bakker - guitarra (2001) Ciro Palma - bateria (1998-1999) Dennis Leeflang - bateria (1996) Richard Willemse - bateria (1996) Rock Gary - bateria (1996) Stephen van Haestregt - bateria (2002-2010) [editar] Discografia Ver página anexa: Discografia de Within Temptation Álbuns de estúdio Enter (1997) Mother Earth (2001) The Silent Force (2004) The Heart of Everything (2007) The Unforgiving (2011)

Within Temptation

Within Temptation
Within Temptation by AccidentAndEmergency.jpgvan Veen, van Haestregt, Jolie, Spierenburg, den Adel, Westerholt.
Informação geral
País  Países Baixos
Gêneros Metal sinfônico
Rock sinfônico
Metal gótico
Período em atividade 1996 - atualmente
Gravadora(s) DSFA Records
GUN Records
RoadRunner Records
Página oficial www.Within-Temptation.com
Integrantes
Sharon den Adel
Robert Westerholt
Ruud Adrianus Jolie
Jeroen van Veen
Martijn Spierenburg
Stephen van Haestregt
Ex-integrantes
Ivar de Graaf, Martijn Westerholt, Michiel Papenhoeve, van Haestregt
Within Temptation é uma banda de metal sinfônico dos Países Baixos, formada em 1996 pelo guitarrista Robert Westerholt e pela vocalista Sharon den Adel. A partir do álbum The Silent Force começaram a ganhar maior notoriedade na mídia internacional.

Índice

[esconder]

[editar] Biografia

[editar] Formação

No começo de 1996 começa a banda com Robert Westerholt (na guitarra) e Sharon den Adel (nos vocais) depois adicionado Jeroen van Veen (no baixo), Martijn Westerholt no teclado, o segundo guitarrista Michiel Papenhoeve e Ivar de Graaf na bateria. Eles assinaram um contrato de gravação com a DSFA Records no ano seguinte, e começaram o trabalho para seu primeiro lançamento.

[editar] Enter demo tape (1996)

A demo tape Enter torna-se um sucesso e a demo do mês na revista de hard rock Aardshock. A banda assina contrato com a DSFA em Abril e Dennis deixa a banda sendo substituído por Ivar de Graaf. A banda grava seu primeiro álbum "Enter", toca no Dynamo Open Air Festival. Já em Novembro a banda junto com Orphanage começa uma turnê européia.

[editar] Enter (1997)

O álbum de estréia Enter foi lançado em 1997, sendo bem aceito. Posteriormente ao lançamento, a banda fez uma grande turnê atravessando os Países Baixos, além de uma apresentação no festival Dynamo Open Air, em Eindhoven, um dos maiores festivais neerlandeses de heavy metal. No mesmo ano, fizeram também uma turnê internacional na Alemanha e Áustria. O gênero musical é diferente dos álbuns posteriores. Em Enter a sonoridade é pesada e sinfonica e eles misturam um pouco do estilo próprio dos Within Temptation com doom metal.

[editar] The Dance (EP) (1998-1999)

Em 1998 a banda continuou em turnê, alcançando o palco principal do festival Dynamo. Apesar disso, a banda não lançou material novo, apenas o EP The Dance. O ano seguinte foi de descanso para a banda, quando puderam construir seu próprio estúdio e resolver assuntos pessoais. Em The Dance o som de Within Temptation ficou mais limpo e adentrou-se no estilo que sucederia o resto da carreira.

[editar] Mother Earth (2000-2003)

O ano de 2000 trouxe novamente as turnês, tendo a banda tocado em três festivais neerlandeses: Waterpop, Bospop e Lowlands. Posteriormente, trabalharam no segundo álbum de estúdio, Mother Earth, que recebeu várias críticas positivas da mídia e nas paradas musicais neerlandesas.
A banda lançou o compacto "Our Farewell", que não entrou nas paradas. Em contrapartida, o segundo compacto "Ice Queen" é considerado o estouro da banda. Em 2001 ele se tornou a quarta posição nos Países Baixos e primeira posição na Bélgica, e suas vendas promoveram bastante o álbum.
No mesmo ano Michiel Papenhoeve sai da banda e Ruud Adrianus Jolie foi adicionado como segundo guitarrista, o baterista de Graaf foi substituído por Stephen van Haestregt, e Martijn Westerholt foi substituído por Martijn Spierenburg, pois estava sofrendo de mononucleose infecciosa. Westerholt posteriormente formou a banda Delain.
A banda atingiu aparições maiores na mídia em 2002 com seu primeiro concerto na França, e um evento na Cidade do México. Obtiveram então seu primeiro prêmio de relevante, o Dutch Silver Harp. A banda embarcou em turnê internacional em suporte ao Paradise Lost em 2003, e relançaram Mother Earth pela GUN Records em mais países europeus. A banda foi particularmente bem aceita na Alemanha, onde recebeu disco de platina e a sétima posição nas paradas nacionais. Regiões do Benelux receberam o lançamento do compacto "Running Up That Hill", um cover da cantora Kate Bush.
Nesse álbum, os Within Temptation, ficaram conhecidos como uma banda de metal melódico e até mesmo o power metal. Mas músicas como The Promise e World of Make Believe, sendo a ultima um B-Side, mostram um lado tanto obscuro da banda.

[editar] The Silent Force (2004)

Planos para o terceiro álbum se tornaram realidade em 2004, com o lançamento de The Silent Force em 15 de novembro. A produção de Daniel Gibson se tornou topo das paradas em vários países europeus. Para promoção do álbum, a banda entrou em turnê internacional em 2005. "Stand My Ground" e "Memories", os primeiros compactos do álbum, ajudaram a promover o lançamento. "Stand My Ground" também foi promovido no trailer do filme Blood and Chocolate.
Nesse álbum a banda começou a ser conhecida como Rock Atmosférico.

[editar] The Heart of Everything (2007)

O álbum The Heart of Everything foi lançado em 9 de Março de 2007 no território europeu e em 24 de Julho de 2007 nos Estados Unidos, marcando o novo contrato da banda com a gravadora estado-unidense Roadrunner Records assinado no final de 2006.
No final de fevereiro foi lançado o primeiro compacto, "What Have You Done". O vídeo musical foi gravado em 12, 13 e 14 de dezembro de 2006 no Koko club em Londres, e num estúdio de computação gráfica em Windsor, com a participação de Keith Caputo (da banda Life of Agony) nos vocais.
Em maio, a banda realizou sua primeira turnê pela América do Norte junto com Lacuna Coil, contando também com as bandas In This Moment, Stolen Babies, The Gathering e Kylesa numa turnê apelidada "The Hottest Chicks in Metal Tour 2007". A nova gravadora também lançou um EP de versão limitada intitulado The Howling. O álbum estreou na primeira posição da parada musical neerlandesa, tornando-se o segundo álbum de estúdio da banda a atingir tal marca.
O segundo compacto foi "Frozen", lançado em junho na Europa. O vídeo musical lida com a questão de abuso infantil e foi filmado na Romênia. Os fundos angariados foram destinados à caridade, através da organização Child Helpline International.
A faixa "The Howling" foi escolhida como um compacto digital lançado no Reino Unido, tendo sido gravado outro vídeo musical. A versão estendida do compacto conta com um lado B inédito, a canção "Sounds of Freedom". Ambas as faixas foram incluídas no material para promoção do jogo de computador The Chronicles of Spellborn.
Nesse álbum a banda começou a ser rotulada por um estilo novo, o Symphonic Metal, que logo após ser efetuado, encarou novamente o fato do grande leque de estilos que a banda pode oferecer. Os Within Temptation são muitos conhecidos no mundo todo como Hybrid Metal e Metal alternativo, também sendo uma vertente do Rock Atmosférico.

[editar] An Acoustic Night at the Theatre (2009)

O lançamento do álbum ao vivo aconteceu em Outubro de 2009 "An Acoustic Night at the Theatre". Esse mesmo álbum contém músicas acústicas ao vivo que foram gravadas durante a turnê "sold-out" Theatre Tour em Novembro de 2008. Esses foram shows muito especiais. A banda adicionou um set acústico ao seu show, fazendo com que fosse mais íntimo e especial. Além disso, foram usadas projecções do tela o que enfatizou o ambiente teatral. Como a respostas às faixas acústicas foram positivas, a banda decidiu lançar num CD, junto com o single da música bónus "Utopia", tocada em conjunto com Chris Jones.
A data exacta do lançamento foi em 30 de Outubro, na Alemanha, Áustria e Suíça. O resto do mundo teve que esperar até 2 de Novembro.
Apesar de este álbum ter sido referido como uma experiência positiva, a banda assegura que o seu rumo no próximo álbum será totalmente diferente.

[editar] The Unforgiving (2011)

The Unforgiving, é o título do novo álbum da banda, cujo lançamento previsto para março de 2011. O conceito do álbum é baseado na série em quadrinhos escrita por Steven O'Connell (BloodRayne, Dark 48) e trará personagens e cenários desenhados Romano Molenaar (Witchblade, Darkness, X-Men).
Comentário da banda: “Neste álbum, nós tomamos uma abordagem totalmente diferente. Cada canção no 'The Unforgiving' foi escrita ao longo da narrativa de Steven. Os personagens principais do quadrinho estão refletindo os personagens em nossas canções. O conceito nos empurrou e deu inspiração para vir pra cima com uma nova abordagem em nosso som. Isto resultou em nossas melhores canções escritas até agora."
Além da série em quadrinhos a inspiração do álbum contou também com a influência do metal, rock e até pop hit's do final dos anos 80 e início do anos 90.

[editar] Membros

[editar] Formação atual

[editar] Membros antigos

[editar] Discografia

Álbuns de estúdio

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Fotos

 http://4.bp.blogspot.com/-cHMVcc0HxQ8/TclpMG4oCRI/AAAAAAAAAM0/g336wo3MDqI/s1600/amy_lee_evanescence.jpg

Pitty

Pitty

Pitty
Informação geral
Nome completo Priscilla Novaes Leone
Apelido Pitty, Pitica
Nascimento 7 de outubro de 1977 (33 anos)
Origem Salvador, Bahia
País Brasil
Gêneros Hard rock
Rock brasileiro
Hardcore punk (começo)
Ocupação cantora, compositora
Instrumentos vocal, guitarra, violão, teclado, bateria, piano, sino, pandeirola
Período em atividade 1995–atualmente
Gravadora(s) Deckdisc
Afiliações Rita Lee, Ira!, Zé Ramalho, Marcelo D2, Negra Li, 3 na Massa, 30 Seconds to Mars
Página oficial www.pitty.com.br
Pitty, nome artístico de Priscilla Novaes Leone, (Salvador, 7 de outubro de 1977) é uma cantorabrasileira de rock. Já passou por duas bandas, Inkoma e Shes, e em 2003, com nova banda (Pitty), a cantora adotou definitivamente seu nome artístico . Vendeu mais 1.5 milhão de cópias na carreira, sendo uma das bandas de rock que mais venderam nos anos 2000. Pitty foi eleita a cantora de rock mais sexy e bonita da América Latina e no Brasil, e, ainda a 35º vocalista de rock mais sexy do mundo em 2010.[1]
Foi a banda de rock mais premiada nos anos 2000.[carece de fontes]
Pitty levou vários prêmios no MTV Video Music Brasil, da MTV Brasil, entre eles, duas vezes artista do ano, ganhou o prêmio de clipe do ano, show do ano, três vezes seguidas como vocalista da banda dos sonhos e muitos outros. Pitty ganhou aproximadamente 51 prêmios ao longo dos seus sete anos de carreira, um recorde.
Em 2011 Pitty deu uma entrevista a uma Rede social ao vivo,Orkut falando sobre o lançamento do seu novo DVD,sendo assim inaugurando o,Orkut ao vivo onde tera entrevistas exclusivas de famozos,etc...E ainda transmitiu 10 músicas do show gravado via Youtube no dia 10/05 Esta é a primeira vez que um lançamento utiliza duas das principais plataformas do Google no Brasil, o Orkut e o Youtube.
Em 2011 Pitty apareceu no chart Social 50 da revista americana Billboard na 14 posição sendo esta a maior estreia de um artista nacional neste chart, afrente de nomes como 50 Cent,etc..., já no Uncharted da mesma revista Pitty chegou a terceira posição, com isso superou o cantor Luan Santana e se tornou a brasileira mais influente na Web.

Índice

[esconder]

Biografia

Nascida na capital baiana, Pitty passou a infância em Porto Seguro, no mesmo estado. Seu pai, músico e dono de bar, tocava bastante as canções do conterrâneo Raul Seixas, e ainda de outros tantos rockeiros dos anos 1960 e 1970, como Beatles, Elvis Presley e Lou Reed. Posteriormente, artistas como AC/DC, Nirvana, Alice in Chains, Metallica, Pantera, Faith No More,The Smiths, Mars Volta, Queens of the Stone Age,The White Stripes, Muse e até a cantora Madonna fizeram parte de suas principais influências.
Cresceu em meio ao cenário de bandas baianas independentes, com as quais participou de rodas de shows em um bar de Salvador. Um dia, entrou na roda cantando "Smells Like Teen Spirit" da banda Nirvana e desde então decidiu investir na área musical, com o apoio do grande nome do cenário underground Rogério Big Brother (dono do selo bigbross records).
Também participou da banda Shes (1997–1999) como baterista. A banda era também formada por Carol Ribeiro (guitarra), Liz Bee (guitarra e vocal) e Lulu (baixo). Pitty participou também da banda Inkoma (1995–2001), iniciando sua carreira como vocalista.
Foi aluna da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia.
Pitty foi procurada pelo produtor musical Rafael Ramos (o mesmo de bandas do mainstream adolescente brasileiro e do cenário independente, como Raimundos e Matanza).

Casamento

No dia 22 de dezembro de 2010, a cantora casou-se com o baterista Daniel Weksler da banda NX Zero.[2] O casamento foi de forma inusitada, pois ela casou-se de vermelho e em um famoso bar.

Carreira

2003–2005: Admirável Chip Novo e Anacrônico

Em 2003, Pitty lançou seu primeiro álbum, Admirável Chip Novo, onde ela conquistou sua fama e vendeu mais de 420 mil cópias, o álbum rock mais vendido do Brasil em 2003.
Em 2005 ela lançou o CD Anacrônico e mostrou que veio para ficar, sempre emplacando vários sucessos. Esse álbum vendeu mais de 510 mil cópias, de novo o álbum rock mais vendido do Brasil em 2005.

2007-2008:{Des}Concerto ao Vivo

Em 2007, após a turnê do Anacrônico, ela lançou seu primeiro DVD ao vivo, o {Des}Concerto ao Vivo. Além de ser lançado nos formatos CD, DVD e DualDisc, o registro de show da banda foi também lançado em um modelo de aparelho celular, resultado de uma parceria com a Nokia. Com isso, Pitty recebeu o prêmio "Celular de Platina" pela vendagem de 450 mil aparelhos contendo seu álbum.

2009-2011: Chiaroscuro e novos rumos

Em 2009, lançou seu mais atual álbum chamado Chiaroscuro. O primeiro single do álbum, "Me Adora", logo atingiu os primeiros lugares nas principais rádios brasileiras. Chiaroscuro ganhou um jogo de celular que é baseado em suas músicas, algo inédito no país, chamado Chiaroscuro: O Jogo. Seu segundo single, Fracasso chegou ao topo das paradas brasileiras de rock e o top 10 da Hot 100 Brasil. O terceiro single, Só Agora, tirando o rock, para um rock-pop calmo chegou ao to 40 da Hot 100 Brasil.
Seu clipe "Me Adora" já possui mais de 10 milhões de visualizações no Youtube em apenas 1 ano.
Em 2010, A Revista Época elegeu a Pitty entre os 100 brasileiros mais influentes do ano. Na publicação um texto escrito por Carlinhos Brown ressaltava que a Pitty levou o rock da Bahia para o resto do país.[3] Ainda em 2010, foi eleita a vocalista de rock mais sexy da América Latina e a 35º do mundo.

Cinema

Discografia

Ver página anexa: Discografia de Pitty

Álbuns de Estúdio

CDS↓ Ano↓ Certificação↓ Vendas↓
Admirável Chip Novo 2003 Platinum.png Platina 420.000
Anacrônico 2005 Diamond2.png Diamante 550.000
Chiaroscuro 2009 Platinum.png Platina 100.000

Compactos

Ano Canção Hot 100 Hit Parade Bill. Pop Álbum
2003 "Máscara" 15 9 - Admirável Chip Novo
"Admirável Chip Novo" 8 12 -
"Teto de Vidro" 1 1 -
2004 "Equalize" 1 1 -
"Semana que Vem" 9 1 -
2005 "Anacrônico" 3 - - Anacrônico
"Memórias" 1 1 -
2006 "Déjà Vu" 25 17 -
"Na sua Estante" 1 1 -
2007 "Pulsos" 5 6 - (Des)Concerto ao Vivo
2009 "Me Adora" 3 1 9 Chiaroscuro
2010 "Fracasso" 7 8 15
"Só Agora" 12 4 40
2011 "Comum de Dois" - - - A Trupe Delirante no Circo Voador
  • Só existem dados da Billboard Brasil a partir de 2009, já que a parada foi lançada nesse mesmo ano.
  • Não se sabe a maior posição de "Me Adora" na Billboard Brasil, já que quando a parada estreou, a música já havia sido lançãdas várias semanas antes.

Certificações

Álbum Chart Posição Certificações Vendas/
Cópias
Admirável Chip Novo ABPD 1 Platinum.png triplax Platina +420,000
Anacrônico ABPD 1 Diamond2.png Diamante +550,000
Chiaroscuro ABPD 1 Platinum.png duplax Platina +100,000
(Des)Concerto ao Vivo ABPD 5 Gold.png Ouro +200,000

Videografia

DVDs

DVDs↓ Ano↓ Vendas↓
Admirável Vídeo Novo 2004 35.000
Anacrônico 2005 20.000
{Des}Concerto ao Vivo 2007 150.000
Chiaroscope 2009 50.000
A Trupe Delirante no Circo Voador - (registro ao vivo) 2011

Turnês

Premiações

Ver página anexa: Prêmios recebidos por Pitty
A cantora baiana já ganhou os prêmios MTV Video Music Brasil, Prêmio Multi Show e alguns outros.

Curiosidades

Disturbed

História

[editar] Primeiros anos como Brawl (1994–1996)

David Draiman que foi contratado como vocalista pela banda, sugeriu o nome Disturbed para a banda.
Antes do vocalista David Draiman se juntar ao Disturbed, eles foram conhecidos como Brawl, uma banda da qual sua formação consistia de vocalista Erich Awalt, de guitarrista Dan Donegan, de baterista Mike Wengren e de baixista Steve "Fuzz" Kmak. Antes de mudar seu nome para "Brawl" no entanto, Donegan mencionou no DVD da banda, Decade of Disturbed, que o nome foi inicialmente chamado de "Crawl" mas trocaram ele para "Brawl" devido ao nome já estar sendo utilizado por outra pessoa. Awalt deixou a banda logo após a gravação de uma fita demo e os outros três membros tiveram que colocar um anúncio para um vocalista. Eles colocaram um anúncio na publicação de música local, em Chicago, Illinois, chamado de "Illinois Entertainer". Draiman respondeu ao anúncio depois de ir a vinte outras audições desse mês. Como o guitarrista Dan Donegan comentou de Draiman, "Você sabe, de todos os cantores que tínhamos falado ou o testado, ele [Draiman] era o único cantor que estava pronto para ir com os originais. E isso me impressionou, só por tentar".
Com relação a Draiman ser o novo vocalista da banda, Donegan disse, "Depois de um minuto ou dois, ele só começou a bater aquelas melodias que eram enormes…Eu estava tocando minha guitarra e estava sorrindo de orelha a orelha, tentando não entregar que eu gostava desse cara, você sabe, porque eu não quero, você sabe …[dizer] 'Sim, nós vamos chamá-lo de volta. Nós vamos, você sabe, discutir o assunto'. Mas eu estava tão empolgado. Frio na minha espinha. Eu estou como, "Há algo aqui'". Como o baterista Mike Wengren comentou, "Clicamos direito para fora do bastão". Draiman então entrou para a banda em 1996 e a banda foi renomeada para Disturbed. Quando questionado em uma entrevista porque ele sugeriu o nome de Disturbed para a banda, Draiman disse, "Tinha sido um nome que eu tinha contemplado para uma banda a anos. Parece apenas para simbolizar tudo o que estávamos sentindo naquele momento. O nível de conformidade que as pessoas são forçadas dentro era perturbador para nós e nós estávamos apenas tentando empurrar o envelope e o nome fazia sentido".[3]

[editar] The Sickness (1998–2000)

Após renomear a banda, o Disturbed passou a gravar duas fitas demos de 3 faixas, a primeira tendo as demos de "The Game", "Down with the Sickness" e "Meaning of life" e com a segunda tendo as demos de "Want", "Stupify" e "Droppin' Plates".[4] A arte foi composta do recentemente mascote da banda, The Guy. A banda eventualmente assinou com a Giant Records. Em 2000, a banda lançou seu álbum de estreia, intitulado The Sickness, que lançou a banda ao estrelato. O álbum chegou ao número 29 na Billboard 200[5] e vendeu mais de 4 milhões de cópias nos Estados Unidos desde seu lançamento.[6] Antes de se juntar a turnê europeia do Marilyn Manson de 2001, o baixista Steve Kmak foi incapaz de tocar com a banda devido a um tornozelo quebrado, causado pela queda de uma escada de incêndio fora da sala de ensaios do Disturbed, em Chicago.[7] Ele pegou a escada de incêndio para sair do prédio enquanto o elevador estava sendo usado para levar os seus equipamentos para baixo. Depois de uma operação bem sucedida, os médicos altamente recomendaram que Kmak saísse da turnê para evitar danos mais graves aos seus pés. Mas ele se apresentou com a banda nos dias 11 e 12 de janeiro de 2001 no show do Disturbed em Chicago.[7] Durante a turnê europeia, Marty O'Brien substituiu Kmak até ele ser capaz de retornar à turnê novamente.

[editar] Believe (2001–2003)

John Moyer substituiu Steve Kmak como o novo baixista da banda.
Em fevereiro de 2001, foi anunciado que a banda tinha feito uma cover da canção "Midlife Crisis" para um álbum tibuto do Faith No More,[8] entretanto a cover não foi usada.[9] Em 4 de junho de 2002, o Disturbed lançou um documentário em DVD sobre a banda, intitulado M.O.L., que mostrou alguns dos momentos mais pessoais da banda em estúdio e durante as turnês, bem como com vários videoclipes e performances ao vivo.[10] Em 17 de setembro de 2002, o Disturbed lançou seu segundo álbum de estúdio, intitulado Believe, que estreou no 1º lugar na Billboard 200.[11] O videoclipe para o primeiro single do álbum, intitulado "Prayer", foi retirado da maioria das estações de televisão devido a similaridades que tinha com os ataques de 11 de setembro de 2001.[12] David Draiman gravou os vocais para uma canção chamada "Forsaken", uma canção escrita e produzida por Jonathan Davis da banda Korn, lançada em Queen of the Damned.[13]
Durante o ciclo de gravação de Believe, Mike Wengren mencionou em Decade of Disturbed que ele não conseguia se lembrar muito deste tempo, que foi uma época escura para ele e que ele usou álcool como uma habilidades de coping. Isto foi principalmente devido à sua mãe lutando contra o câncer, a tensão entre ele e o resto da banda, e sua noiva na época deixando-o. Ele também afirmou que iria utilizar as suas "Crônicas Mikey", que estavam com ele na qualidade de comédia, para entorpecer os problemas.
Em 2003, a banda mais uma vez participou da turnê Ozzfest e começou outra de suas próprias turnês, intitulada Music as a Weapon II. As bandas Chevelle, Taproot e Unloco fizeram turnê com eles.[14] Durante a turnê, o Disturbed estreou uma canção inédita, intitulada "Dehumanized".[15] Após o Disturbed terminar a turnê Music as a Weapon II, Steve Kmak foi despedido pela banda por causa de "diferenças de personalidade". Ele foi substituído por John Moyer,[16][17] que é atualmente o baixista da banda. Na noite me que Moyer se tornou o novo baixista da banda, o Disturbed tocou ao vivo na House of Blues e apresentou duas novas canções, "Hell" e "Monster", ambos as quais são faixas B-side no terceiro álbum de estúdio da banda, Ten Thousand Fists.[17]

[editar] Ten Thousand Fists (2004–2006)

O terceiro álbum de estúdio do Disturbed, Ten Thousand Fists, foi lançado em 20 de setembro de 2005. O álbum estreou no 1º lugar na Billboard 200, ao mesmo tempo vendendo em torno de 238,000 cópias na semana seguinte de seu lançamento.[18] O álbum foi certificado platina, em remessa de 1,000,000 unidades, nos Estados Unidos em 5 de janeiro de 2006.[19] A banda fez turnê com as bandas 10 Years e Ill Niño em apoio ao álbum. o Disturbed foi a estrela do Ozzfest de 2006 ao lado de Ozzy Osbourne, System of a Down, Lacuna Coil, DragonForce, Avenged Sevenfold e Hatebreed.[20]
Em uma entrevista com a Launch Radio Networks, o vocalista do Disturbed, David Draiman, afirmou que vinte canções foram gravadas para o álbum, mas apenas quatorze chegaram à lista de faixas final.[21] As canções restantes incluem "Hell", que foi incluída em um dos dois singles de "Stricken";[22] "Monster", que foi incluída como uma faixa bônuas pré-encomenda do iTunes de Ten Thousand Fists,[23] depois incluída na Ten Thousand Fists Tour Edition; "Two Worlds", que também foi incluída na Tour Edition de Ten Thousand Fists; e "Sickened", que foi incluída no single de "Land of Confusion".[24]
Ten Thousand Fists é o primeiro álbum lançado pelo Disturbed a apresentar solos de guitarra. A banda declarou que eles sentiram que os solos de guitarra são uma parte da música que está ausente em muita da música moderna, e eles queriam trazer algo disso de volta. Canções como "Stricken", "Overburdened" e "Land of Confusion" todas apresentam solos de guitarra, bem como muitas outras.
Em 2006, uma turnê europeia foi regular, mas havia sido transferida por duas vezes devido a Draiman tendo problemas com grave refluxo ácido, que afetou a sua voz.[25] Draiman comentou: "Eu estava tomando Lansoprazol durante cerca de quatro anos e meu corpo criando resistência a ele, até o ponto em que não estava fazendo nada de mais…Eu tive uma noite de bebedeira em Londres, seguido por um dia e uma noite bebendo em um dia de folga em Dublin, porque o que mais há para fazer na Irlanda do que beber? Isso, juntamente com um show onde eu tive que monitorar problemas, eu praticamente destrui a minha voz."[26] Depois desse ano, Draiman se submeteu a uma cirurgia de desvio de septo que afetou a sua voz.[26] Ela foi bem sucedida e desde então, Draiman tem se limitado a beber na estrada.[27]
Draiman se envolveu no controverso compartilhamento de arquivos peer-to-peer por falar publicamente contra os processos da RIAA contra indivíduos de compartilhamento de arquivos, apesar do fato de sua gravadora ser um membro da RIAA. Draiman comentou: "Isso não é ciência foguete. Em vez de gastar todo esse dinheiro litigando contra crianças que são as pessoas que eles estão tentando vender coisas em primeiro lugar, eles têm de aprender a utilizar eficazmente a Internet. Para os artistas, a minha bunda…Eu não peço para eles me protegerem e não quero sua proteção."[28] Draiman também contou a NYRock: "[Eu sou] Muito positivo sobre a internet, o Napster. Eu acho que é uma ferramenta tremenda para chegar a muito mais pessoas do que jamais poderíamos sem ela. Quando você lança a música, você quer que ela seja ouvida pelas pessoas…Nada está fazendo isso melhor do que o Napster. Eu não posso te dizer quantas crianças vieram até mim e disseram: 'Eu baixei um par de músicas do Napster e eu saí e comprei o álbum.'…Eu realmente não ganho dinheiro com o recorde de vendas de qualquer maneira."[29]
No final de 2006, o Disturbed foi a estrela em uma das suas próprias turnês nomeada Music as a Weapon III; as bandas Flyleaf, Stone Sour e Nonpoint fizeram turnê com eles.[30] O Disturbed completou a primeira parte da turnê Music as a Weapon III no final de 2006.[31] Logo depois, Draiman afirmou que não iria ser uma segunda parte da turnê e que em vez disso a banda estava indo para a estrada para começar a trabalhar no seu quarto álbum de estúdio.[32]

[editar] Indestructible (2007–2009)

Em julho de 2007, uma nova faixa intitulada "This Moment" foi lançada na trilha sonora do filme Transformers. O Disturbed mixou seu quarto álbum de estúdio, intitulado Indestructible,[33] em Los Angeles, Califórnia, no final de 2007.[34] Em uma entrevista anterior, David Draiman disse que eles estavam indo para gravar quinze canções, mas apenas doze estariam no álbum.[35]
Em 6 de março de 2008, a banda lançou uma amostra de trinta segundos de uma nova versão regravada da canção "Perfect Insanity" no seu perfil do MySpace. Em março de 2008, a canção completa ficou disponível para download no website da banda, que levou a canção a algumas estações de rádio menores, e a banda tocando ela ao vivo em Kuwait durante um evento especial, Operation MySpace.[36]
O primeiro single de Indestructible, "Inside the Fire", ficou disponível sobre os serviços de distribuição digital para a compra em 25 de março de 2008. A banda também fez turnê pelos Estados Unidos em abril e maio de 2008 com as bandas Five Finger Death Punch e Art of Dying.[37] O videoclipe de "Inside the Fire" foi lançado em 2 de maio de 2008 no website oficial da banda. O Disturbed lançou sua canção anteriormente gratuita "Perfect Insanity" no iTunes Store como um segundo single em 6 de maio de 2008 e o álbum Indestructible se tornou disponível por pré-encomenda para a data de lançamento em 3 de junho de 2008.
Em 13 de maio de 2008, Harmonix, os desenvolvedores do jogo Rock Band, anunciaram que tinham chegado a um acordo com o Disturbed e a Best Buy para oferecer duas faixas de Indestructible para tocar em Rock Band para aqueles que pré-encomendarem o álbum do website da Best Buy. Em 3 de junho de 2008, a Harmonix lançou três faixas de Indestructible; "Indestructible", "Inside the Fire" e "Perfect Insanity". Em 12 de maio de 2009, a Harmonix lançou "Stricken" e "Stupify" à loja de música Rock Band. O Disturbed tocou em seu primeiro concerto ao vivo online em 29 de maio de 2008. O concerto foi patrocinado pela Pepsi e pela Deep Rock Drive.[38] Eles se apresentaram em Las Vegas.
Disturbed no Mayhem Festival de 2008 em Dallas, Texas.
Indestructible foi lançado nos Estados Unidos em 3 de junho de 2008 e na Austrália em 7 de junho de 2008 e se tornou a terceira estreia consecutiva da banda a chegar ao 1º lugar na Billboard 200. Uma edição especial limitada "Somente Internet" do álbum que incluí a faixa B-side "Run", um DVD making-of com vídeos instrutivos, poster em volta, laminado VIP, accesso a eventos especiais do Disturbed e um website especial com um vídeo exclusivo, aúdio raro e mais foi também lançada.[39] A banda fez turnê em apoio do "Mayhem Festival"[40] ao lado do Slipknot, DragonForce e Mastodon durante o verão de 2008.[41] O Disturbed também completou uma turnê pela Austrália e Nova Zelândia até agosto e setembro de 2008.
Em 30 de setembro de 2008, a banda lançou um álbum ao vivo iTunes-exclusivo intitulado Live & Indestructible, composto de canções do Deep Rock Drive, bem como o vídeo da canção "Indestructible".[42] A banda começou uma turnê pela Europa, começando em Londres durante outubro de 2008 e terminando durante novembro de 2008 em Helsinki.[43] Em novembro e dezembro de 2008, o Disturbed fez turnê pelos Estados Unidos.[44] A canção "Inside the Fire" foi nomeada para um Grammy Award de 2009 na categoria "Melhor Performance de Hard Rock". Em março de 2009, o Disturbed lançou um videoclipe para o single "The Night".
A banda começou sua turnê Music as a Weapon IV em março de 2009 e terminou no final de maio. A turnê, também apelidada de "festival", apresentou as bandas Killswitch Engage, Lacuna Coil e Chimaira no palco principal.[45] A banda lançou uma segunda versão cover da canção do Faith No More, "Midlife Crisis", no álbum Covered, A Revolution in Sound, que também incluiu bandas como Mastodon, The Used e Avenged Sevenfold. Essa cover de "Midlife Crisis" foi originalmente gravada para Indestructible, mas a banda dicidiu não incluí-la no álbum.

[editar] Asylum (2010–presente)

Em uma entrevista anterior, David Draiman resumidamente falou sobre o quinto álbum de estúdio da banda, afirmando que o álbum seria tão escuro quanto em seu álbum anteriores, Indestructible, se não for mais escuro.[46] Draiman também afirmou que o álbum é "ainda identificavelmente o Disturbed, mas mostrando mais maturidade."[47] Composições para o quinto álbum de estúdio começaram no final de 2009.[48] Em uma entrevista anterior com Mike Wengren e John Moyer, afirmava-se que, a julgar pelos sentimentos de Draiman sobre os últimos anos de sua vida, que o novo álbum do Disturbed vai ser agressivo, irritado, e "contundente", mas será semelhante musicalmente ao seu álbum Believe. Wengren também disse que o novo álbum poderá ser lançado na primavera ou no verão de 2010.[49] Além disso, Draiman confirmou que um DVD está em obras.[48] Um relógio de contagem regressiva apareceu no site da banda, que terminou em 12 de janeiro de 2010,[50] e um trailer para o próximo DVD, intitulado Decade of Disturbed, foi revelado.
Em uma entrevista de julho de 2009 com a FaceCulture, Draiman afirmou que o próximo DVD estará "narrando a última década de existência do Disturbed. Era para mostrar o nosso crescimento ao longo da década." Ele também falou mais sobre o quinto álbum: "Um par [riffs de canções] que Danny fez são realmente surpreendentes. Mas eles são apenas pequenos pedaços…Não é o mesmo em duas ou três partes da progressão [ainda]."[51]
Em 23 de março de 2010, a banda lançou uma reedição do seu álbum de estreia, The Sickness, com as faixas B-side "God of the Mind" e "A Welcome Burden", nova arte, bem como a remasterização e a remixagem da lista de faixas.[52] Ele ficou disponível também pela primeira fez no formato vinil.[53] Em 26 de fevereiro de 2010, a Harmonix anunciou um segundo pacote do Disturbed para download na loja musical do Rock Band, contendo as versões remasterizadas de 2010 das canções "Voices", "The Game" e "Meaning of Life".[54]
Em 8 de fevereiro de 2010, foi anunciado que a banda tinha entrado em estúdio em Chicago, Illinois para começar a gravar seu quinto álbum de estúdio, que estava marcado para lançamento no verão de 2010. O guitarrista Dan Donegan afirmou que a banda tinha escrito por volta de 15 a 18 canções.[55] Foi mais tarde confirmado que o título do álbum era Asylum.[56]
O Disturbed recentemente lançou uma cover de uma canção da banda de heavy metal Judas Priest, "Living After Midnight", para o álbum Metal Hammer Presents… Tribute to British Steel.
Em 20 de abril de 2010, aproximadamente dois meses depois que eles entraram no estúdio, o Disturbed anunciou que tinham terminado de gravar o álbum e estavam prontos para começar a mixagem do álbum em Los Angeles, Califórnia. Como fizeram com o seu último álbum, Indestructible, o Disturbed afirmou que eles mesmos produziram Asylum.[47] A banda tinha anunciado que Asylum seria lançado em 31 de agosto de 2010. Em 9 de julho de 2010, a lista de faixas foram reveladas no website oficial da banda. Asylum estreou no 1º lugar na Billboard 200.[2]
O Disturbed está atualmente estrelando a primeira turnê anual "Rockstar Energy Drink Uproar" com Avenged Sevenfold, também com o Stone Sour, Hellyeah e Halestorm, entre outros.[57]
Em 8 de outubro de 2010, foi informado de que David Draiman foi diagnosticado com uma "situação grave na garganta", e que a turnê da banda nos EUA tinha sido cancelada, como processo de cura de Draiman podia demorar até quatro semanas.[58]
O Disturbed anunciou que será dado início à turnê Music as a Weapon V em 2011, co-estrelando com o Korn e os convidados Sevendust e In This Moment.

[editar] Mascote

O mascote do Disturbed, nomeado "The Guy", era originalmente apenas um desenho de um rosto com um sorriso largo, como se vê na parte de trás do álbum The Sickness. O desenho original do The Guy foi então editado usando um programa digital de distorção. Depois que a imagem original tinha sido distorcida por três vezes, The Guy se tornou o mascote oficial da banda. Mais tarde, ele seria desenhado como uma figura completa pelo ciador do Spawn, Todd McFarlane (McFarlane usou o rosto original na sombra de uma capa) na capa do álbum e videoclipe da canção cover do Disturbed, "Land of Confusion", e apareceu também nas obras de três dos álbuns de estúdio do Disturbed: Ten Thousand Fists, Indestructible e Asylum.

[editar] Estilo e temas líricos

Classificado como uma banda de rock,[59][60][61] ou nu metal,[62][63][64][65] o Disturbed também é considerado por alguns críticos como rock alternativo,[60][64] metal alternativo,[66] heavy metal.[66][67][68] No entanto, quando perguntado sobre os obstinados fãs de heavy metal não encontrarem o Disturbed bastante pesado, o líder David Draiman afirmou:
É provável que tenhamos muita melodia acontecendo ou não estamos tão turbulentos ou cáusticos. Embora eu realmente adore esse tipo de música, não é o que tentamos fazer. Se temos que colocar as coisas em contexto, somos mais hard rock do que heavy metal nestes dias.[69]
O segredo é que nós nunca fomos realmente parte de qualquer tendência específica, embora nós definitivamente nos beneficiamos da popularidade do que foi chamado de nu-metal na época…Nós nunca tivemos os atributos estereotipados que as bandas tinham. Nós não fazemos rap, não há giratória envolvida, nenhuma fusão a este respeito. Nós tocamos, na minha opinião, metal clássico. Sabbath, Maiden, Priest, Metallica, Pantera: estas são as bandas que nos fazem querermos tocar.[70]
O crítico do Allmusic, Bradley Torreano, descreveu o álbum Believe como "tendo o tipo de salto que os seus heróis em Soundgarden e Pantera fizeram após o seu avanço em respectivas gravações".[71] Ele também descreveu a faixa-título como movendo "de um som brutal para um coro arrebatador que de repente para em suas faixas e se transforma em um riff sinuoso que lembra o trabalho vintage de James Hetfield". Believe também é considerado por vários críticos como um passo de distância do som do nu metal caracterizado em The Sickness, avançando para mais um som hard rock/heavy metal que continuou em seus álbuns seguintes.[72][73][74][75]
De acordo com o líder David Draiman no documentário caseiro da banda, M.O.L., as letras que ele escreve são inspiradas pela experiência de vida, percepção e experiências atuais próprias, e ele afirmou que ele gosta de apresentar suas idéias com letras enigmáticas. Esses temas líricos variam da ideologia do Céu e Inferno, violência doméstica, suicídio, insanidade, relacionamentos, política, guerra, religião, genocídio, poluição, abortos, drogas, e temas líricos de horror, como vampiros, lobisomens, zumbis, anjos e demônios.
O guitarrista Dan Donegan geralmente usa afinações como drop C# e drop C, que são afinações menores que o padrão E regular. Estas afinações mais baixas permitem um sentimento escuro, mais misteioso nos riffs de Donegan. Donegan também usa sutis efeitos eletrônicos para adicionar à plenitude da música, o qual o resto da banda se refere como "A Orquestra de Dan Donegan."

[editar] Membros

Ver página anexa: Lista de membros de Disturbed

[editar] Atuais

[editar] Ex-membros

[editar] Discografia

Ver página anexa: Discografia de Disturbed
Álbuns de estúdio
Álbuns ao vivo
EP